A+  A-  |  voltar

Gota e Artrite Gotosa


1. O que é Gota ?

É uma das mais antigas doenças descritas pela humanidade. É considerada crônica e progressiva, podendo causar sérias deformidades articulares e invalidez se não tratada corretamente.

A gota acomete cerca de 50.000 pessoas no Brasil. Sua maior incidência são homens (95%), com idades entre 30 e 50 anos.

A gota é uma alteração metabólica das proteínas (purinas) que leva ao aumento do ácido úrico no sangue (hiperuricemia). Este aumento na concentração de ácido úrico pode provocar a formação de minúsculos cristais de urato que se depositam nos tecidos, principalmente nas articulações. O depósito de cristais nos tecidos forma nódulos inflamatórios e dolorosos; nas articulações provoca episódios recorrentes de inflamação (artrite gotosa) e nos rins pode formar cálculos de ácido úrico.

 

       

 

Podagra - Deposição de Ácido Úrico no Hallux

 

2. Qual a causa da doença gotosa ?

Essa alteração metabólica pode ser considerada de causa primária (genética e hereditária) ou secundária, induzida por outras doenças, drogas ou medicamentos.

A ingestão de bebida alcoólica em qualquer quantidade é uma causa comum de hiperuricemia, podendo causar a gota.

A dieta rica em proteínas e gorduras também é responsável pelo aumento do ácido úrico no nosso organismo.

Doenças como hipertensão, insuficiência renal, obesidade e hipotireoidismo estão relacionadas ao aumento do ácido úrico, assim como as drogas diuréticas e anticoagulantes orais.

 

3. Como é feito o diagnóstico de Gota ?

O diagnóstico de gota é feito com base na história e sintomas relatados pelo paciente . Crises agudas geralmente iniciam durante a noite, com dor intensa, inchaço e vermelhidão de uma única articulação. Pode haver febre.

O exame físico pode revelar a formação de tofos, que são formações nodulares de cristais urato, depositados em alguns tecidos como: borda da orelha, ponta do nariz e superfície das articulações, principalmente dos cotovelos, dos joelhos, das mãos e dos pés.

 

                     

 

Os exames laboratoriais mostram elevação dos níveis de ácido úrico no sangue (> 7 mg/dl), mas sozinho não permite fazer o diagnóstico de gota.

O diagnóstico direto e de certeza é feito através da visualização dos cristais de ácido úrico, através de um microscópio, no líquido de dentro da articulação (líquido sinovial). Porém, é preciso realizar uma punção articular para coletar uma amostra do líquido articular.

 

 

Cristais de Ácido Úrico no Microscópio

 

O exame de raio x serve para visualizar os efeitos da degeneração e o grau de acometimento da articulação inflamada.

 

 

RX - Destruição Articular pela Artrite Gotosa

 

4. O que é a Artrite Gotosa ?

Artrite gotosa é a inflamação aguda das articulações ocasionadas por depósito de cristais de ácido úrico nas paredes internas da cápsula e no líquido articular (líquido sinovial). Essa inflamação causa muita dor, inchaço e vermelhidão ao paciente gotoso.

Isto ocorre porque o sistema imunológico reage tentando destruir e absorver os cristais formados, mas, em contrapartida, também acaba lesionando e degenerando a cartilagem articular.

Normalmente acomete uma única articulação. Um dos locais mais afetados é a articulação do maior dedo do pé (dedão), a chamada podagra. O joelho e o tornozelo também são sítios freqüentes.

A gota pode causar também crises de bursites e tendinites caso haja inflamação das bursas e tendões ao redor das articulações.

A maioria dos pacientes com gota vai experimentar repetidas crises de artrite ao longo dos anos.

 

 

5. Como é o tratamento da Gota e da Artrite Gotosa ?

O tratamento da gota envolve orientar a dieta, tratar as doenças associadas e normalizar os níveis de ácido úrico no sangue.

A dieta consiste em diminuir a ingestão de alimentos com alto índice glicêmico, isto é, alimentos que aumentam rapidamente os níveis de insulina no sangue. Esses alimentos são aqueles que liberam rapidamente grande quantidade de açúcar (glicose) no sangue.

A ingesta regular de alimentos com alto índice glicêmico mantém a produção e os níveis de insulina sempre elevados, o que acelera o metabolismo energético, aumentando o acúmulo de gordura nos tecidos, levando à obesidade. 

O acúmulo de gordura corporal pode causar a diminuição da ação da insulina nas células, a resistência insulínica, e isso aumentar ainda mais os níveis de insulina no sangue.

Esse desequilíbrio favorece o desenvolvimento da Síndrome Metabólica, caracterizada por  obesidade, diabetes e hipertensão.

A síndrome metabólica e a obesidade é um dos fatores que propiciam o desequilíbrio e a deposição de ácido úrico nas articulações, aumentando as chances de ocorrer crises inflamatórias articulares, as chamadas artrites gotosas. 

A ingestão aumentada de líquidos também diminui o risco de crises agudas e previne a formação de cálculos renais de ácido úrico.

Por isso é importante a redução do peso em pacientes obesos e o tratamento das doenças relacionadas (hipertensão, insuficiência renal, hipotireoidismo, etc).

A redução dos níveis de ácido úrico é feita com fármacos específicos como o alopurinol e benzbromarona. Essa medicação não deve ser tomada durante a crise inflamatória aguda.

Na artrite gotosa, o tratamento da crise aguda de dor e inflamação é feito com compressas de gelo, medicação antiinflamatória, analgésicos potentes e colchicina.

O tratamento cirúrgico está indicado quando ocorre grande deformidade articular por degeneração e destruição óssea. Deformidades graves e dolorosas impedem o paciente de realizar tarefas cotidianas como calçar calçados ou pegar objetos com as mãos. Em alguns casos pode ser indicada a amputação da porção atingida, principalmente se houver úlceras ou infecção dos tofos gotosos.

 

          

 

Grande tofo gotoso retirado da porção lateral do tornozelo. A deformidade dificultava o uso de calçados.

 


Consultório Porto Alegre


(51) 3737.2003

Celular & WhatsApp : (51) 99574.5500

Internet : Agendamento Online 

R. Ramiro Barcelos, 630 / Sala 506

Cep: 90035-001 

Floresta - Porto Alegre - RS

Obs.: Estacionamento no local



Consultório São Paulo


(11) 3287.3552 / 3284.3852

R. Teixeira da Silva, 34 / Sala 73

Cep: 04002-030

Paraíso - São Paulo - SP

Obs.: Estacionamento no local